CLIQUE PARA OUVIR
Agora ao Vivo
MUSICA E INFORMAÇÃO
BAIXE NOSSO APLICATIVO:

Operação "Defesa Patrimonial" da Polícia Civil de Tambaú resulta em prisão em flagrante por receptação e recuperação de bens roubados

Repórter Jota Anderson
schedule quarta, 10/04/2024 as 15:41

Operação "Defesa Patrimonial" da Polícia Civil de Tambaú resulta em prisão em flagrante por receptação e recuperação de bens roubados

Nesta manhã de quinta-feira (10), o Delegado de Polícia Titular de Tambaú, Dr. Thiago Rubim, iniciou a Operação "Defesa Patrimonial" para cumprir mandados judiciais de busca domiciliar em endereços em Santa Cruz das Palmeiras.

O desencadeamento dessa operação teve como origem um assalto à mão armada de um veículo VW Saveiro, ocorrido em Tambaú na noite do dia 31, que vitimou um senhor de 68 anos. O criminoso também levou consigo dinheiro, o celular, a carteira e outros pertences, incluindo instrumentos veterinários da vítima.

Com base nessas informações, o delegado determinou uma investigação que identificou o assaltante e seu comparsa, indivíduos já conhecidos no meio policial por envolvimento em tráfico de drogas e outros roubos, com residência em Santa Cruz das Palmeiras.

Com os mandados judiciais em mãos, os policiais de Tambaú e Palmeiras realizaram buscas na residência de um dos investigados, onde encontraram diversos itens pertencentes à vítima do roubo em Tambaú, incluindo seu celular e cartões bancários. Além disso, foram recuperados uma TV, uma bateria estacionária, uma aliança de ouro, relacionados a um roubo em Palmeiras, bem como capuzes, luvas, um alicate de corte, instrumentos de crime e um frasco de "Licor 43".

O principal suspeito não foi encontrado e está foragido, sendo também suspeito de envolvimento no roubo ocorrido em Palmeiras no dia anterior. Seu irmão, de 26 anos e morador da casa onde foram encontrados os objetos, confessou ter recebido os itens do irmão fugitivo, reconhecendo sua condição de foragido da polícia.

Após ser detido, o delegado decretou sua prisão em flagrante e seu indiciamento por receptação dolosa. Considerando a pena máxima do crime e a ausência de registros policiais anteriores, ele optou por pagar fiança e foi liberado para responder ao processo.

Os objetos recuperados foram devolvidos à vítima, enquanto os demais serão encaminhados juntamente com o inquérito policial para Santa Cruz das Palmeiras para continuidade das investigações. As diligências seguem em andamento para localizar os demais envolvidos no caso.

 

FONTE: Delegado de Polícia Dr. Thiago Rubim

Compartilhe:
Facebook Twitter Whatsapp

Notícias + Acessadas